Manual da Sapatão – parte VI

O Relacionamento Lésbico

Pois é, pois é. Depois dessa dose de assuntos lesbianos, chega você num nível top, que nem liga mais. É coisa de rotina, faz parte da vida. Mulher beijando mulher. Mulher transando com mulher. Nada é mais tabu. Seu gaydar já nem falha mais. Você já sabe de todas as verdades lésbicas ocultas do planeta Terra.

De tanto dissecar o DVD da Ana Carolina, sabe que a letra da música na qual ela comeu a Madonna foi escrita por um homem (Alvin L.), portanto não pode ser tão lésbica. Sabe que a Xuxa (bofinho) tem casinho com a Ivete (mulherão) e o Szafir foi mó granito e serviu mais mesmo para a Sasha. Sabe que a Clarice Lispector foi de todas a escritora mais sapa e que A Paixão Segundo GH é altamente lésbico – afinal, ela começa o livro perdendo um terceiro membro que nunca teve, e termina a história lambendo uma baratinha. Entre outras coisitas mais.

Eu tinha que postar esse sapinho, ele é o máximo.

Está você no momento mister da sapa – o de ter relacionamentos. O primeiro a se entender é que o tipo de ser humano que mais deseja ter relacionamentos é a tal da lésbica. Para se casar é dois meses. Namorar, uma semana. É um relógio que só as próprias entendem. Uma paixão repentina, instantânea. É por isso que existe a piadinha mais do que batida sobre o segundo encontro gay (não existe) e o lésbico (chega o caminhão da mudança). Acontece que existe uma matemática diferente para as lésbicas. É tudo muito rápido.

Tem mais dois lances interessantes no relacionamento lésbico. Um é que ele precisa ser bem manejado socialmente. Se for muito aberto, e o ambiente, atrasado, fica complicado. Em gueto gay ou em qualquer outro ambiente, mulher com mulher desperta olhares tarados interessados em fazer ménage. Homem ou mulher, desperta. Principalmente se você e sua gata forem femininas, ou próximas a isso. Se chegam sem muitas papas na língua, e lá está, alguém para estragar seu momento romântico.

A outra coisa é que tem um tipo básico por aí de sapas, e isso é bem normal, que curte contrário de ter relacionamentos. Dadas a esfrega-esfrega. E não interessa muito se a moça está ou não acompanhada, comprometida, casada, enamorada. Ela quer é “pegar”. Com você ou não do lado da sua mulher, a sapa olha, seca, encara – a sua companheira. É aquele famoso ser conhecida e achar que pode pegar nos peitos. Por aí. Depois ninguém entende o porquê de seu excesso de ciúmes (outra coisa comum nas lésbicas), e aí está. Você nem é obsessiva-maluca-ciumenta-de-séria-TPM, é o brejo que é perigoso!

Bom… Então passa o tempo. Mil maravilhas durante o relacionamento. Aquela vidinha a duas, muito amor, muita paixão, muito tesão. Ficadas, casinho, namoro, casamento. Acaba. Aí você tem a Ex. Figura essencial na sua vida. Essa sim, faz a diferença. Porque, além de tudo, ou é a sua melhor amiga, ou você foge dela no meio da rua, ou você ainda gosta dela. É sempre assim. Mais um namoro, mais um casamento, mais uma ex. Daqui a pouco, se você não tomar cuidado, uma coleção delas.

Lésbicas

12 Respostas to “Manual da Sapatão – parte VI”

  1. Quel Says:

    Bela…
    acho que minha ex atual… se encaixa mais na que a gente foge sabe?! a minha sorte é que eu nunca a encontrei por aí!!! kkkkkkkkkkkkk

    mas… mas mas mas acho que não tenho uma colação de ex não… Oo

    agora vai ser assim… entrei… li… e comento…
    certo?!?!

    beijão…

  2. Isabela Says:

    Não posso dar opinião… Isso é triste! =(

    Bjo moça!

  3. Alice Says:

    Esse “granito” é registrado, hein? Vou cobrar direitos autorais!
    UAHauhauhauahauh!
    Mas eu vim aqui mesmo foi para retribuir a visita no blog e deixar um alô.
    Achei graça do Manual, já passei por muita coisa ali.

    • Isabela Says:

      Alice: Ah, esses mercado de expressões está crescendo a cada dia, preciso correr logo contra o tempo, senão vou ficar para trás…

  4. Mikah Says:

    Bem.. eu mi encaxo mais na de ” Fugiir della.. pós eu ainda amo mto ela
    i tento desfarça mais impossivel ! ”

    Adoreii ecc manual !

  5. luana Says:

    Eu sou normal , + hj beijei uma menina , gostei + do q beijar meu namorado , e agora o q eu fasso , sou normal ou viro sapatão?

  6. Leonardo Says:

    Luana: ri muito com isso que você escreveu. Você tem que saber a sua vontade de dentro. Se você gosta mais de mulher do que de homem, deve ser porque é lésbica.

  7. gabriela Says:

    se manca, luana.
    tu é normal de qualquer jeito. lesbica ou nao.

  8. Elliza Says:

    Bom, eu concordo com o texto da colega.Tenho uma ex,n atravesso a rua quando a vejo pq somos amigas,pelo menos eu acho.Ainda gosto muito dela,nosso namoro terminou a pouco mais de 1 ano,ela foi minha primeira namorada,nunca a esqueci,penso nela o tempo todo. Se alguem quizer me ajudar a esquece-la estou aberta a outras relações e amizades me procura no meu msn elizabragga29@mail.com.BJOS

  9. beta Says:

    valeu Gabriela vc tem toda razão …. te manca Luana..rsrsrs é ótimo ser o que somos realmente agente se sente mais livre e curte a vida com muuuuuito mais prazer, afinal é moda agora..rsrsrs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: